Eu queria ser uma pessoa melhor. Mas não só uma pessoa melhor como ser humano, esse tipo de coisa. Isso também... Mas eu queria ser uma pessoa mais interessante. Eu queria ser alguém com quem as pessoas gostam de conversar.

Eu queria saber muito sobre algumas coisas, pras pessoas quererem conversar comigo sobre elas. Eu queria saber sobre música, e não só gostar. Eu queria não ter inventado um mecanismo de defesa em que é mais fácil eu ser ranzinza com algo do que de fato falar sobre.

Eu queria também não fazer com que tudo fosse sobre mim. Eu queria conseguir me distanciar o suficiente do mundo pra poder pensar em mim. Deixar as pessoas existirem, sem querer que todas gostem de mim, sem achar que todas me odeiam, sem ter certeza de que eu sou assunto, que eu sou razão, que querem me machucar. Não queria passar meus dias com esses pensamentos, uma vontade muito grande de chorar, uma sensação horrível no peito, na garganta. Mas o que esperar também de quem tem esses Divertidamente?

Eu só queria respirar um pouco. Ter um dia calmo. Ter um dia de tranquilidade. Eu não aguento mais bater de frente com tudo o tempo todo ao mesmo tempo.

Eu queria sumir também. Eu queria ir morar no mato, só precisava de uma piscina (e pode ser natural). Eu mudaria de nome, mudaria tudo. Eu começaria do zero. As vezes eu penso que é só assim.