Antes de mais nada, quero pedir desculpas pelo uso da palavra quarter no título. Mas já se vão quase seis meses trabalhando em um escritório de vendas, eu me acostumei.

Fora que é realmente melhor que QUADRIMESTRE.

O que importa, porém, é que nesses primeiros quatro meses do ano -- ou três e meio -- eu já assisti à mais da metade do número de filmes que assisti em todo o ano passado. E poxa, isso tem sido uma vitória enorme pra mim. Mas, mais que isso, tem sido também um momento meu.

O ano em que eu assisti a 52 filmes
Depois de me dar uma meta de assistir a 156 filmes em um ano, assisti a dois terços disso em dois anos. Os motivos que fizeram eu não conseguir atingir a meta em 2018 e me superar em 2019 é que são interessantes.

Eu preciso confessar aqui, a quem interessar possa, que eu prefiro assistir a filmes sozinho. Se eu quero assistir ao filme, precisa ser sozinho ou com alguém que tenha o mesmo nível de foco naquilo que eu, seja lá qual for.

Então assim: tou usando mais o meu espaço, a configuração que eu fiz, pra ver algumas coisas que eu quero... E só o que eu quero. Nem sei se cheguei a escrever alguma resenha esse ano, mas tá sendo bom demais só assistir, curtir e me divertir. Eu coloco meus fones, deito meio sentado e sento meio deitado e pronto. Por algumas horas eu esqueço o mundo.

Se tem alguma coisa que eu tou precisando, aliás, é esquecer o mundo -- mas claro, sem deixar as responsabilidades de lado. E isso vindo de alguém que por três fins de semana quarentenado preferiu trabalhar ao invés de descansar, olha... :)

Agora vamos ver como vai ser até o fim do ano. Se continuar assim, bato a meta que me dei em 2018... Veremos. :)

(Se for do interesse de alguém, eu mantenho aqui a lista dos filmes que assisti)